Vivendo de acordo com a Natureza!


Um dia destes recebi uma homilia usada pelo Papa Francisco, que dizia mais ou menos assim: “Os rios não bebem a sua própria água; as árvores não comem os seus próprios frutos; o sol não brilha para si mesmo; e as flores não espalham a sua fragrância para si mesmas. Viver em relação os outros é uma regra da natureza (...) A vida é boa quando você está feliz, mas a vida é muito melhor quando os outros estão felizes com o impacto que você causa a sua volta’.


Acredito que só somos felizes de fato, quando conseguimos perceber a leveza e o amor que podemos espalhar a nossa volta.


‘Fazer os outros felizes’ não é tomar conta da vida dos outros e muito menos ‘viver’ por eles tudo aquilo que eles mesmos nasceram para viver.


Ilusão pura tentar fazer que as outras pessoas sejam felizes, com você se desdobrando e realizando as tarefas e desafios que pertencem aos outros.


Pior ainda é pretender que as pessoas obtenham felicidade às custas de seu sofrimento ou padecimento.


Errado é querer manipular a vida dos outros como se fossem seres de 2ª categoria e incapazes.


Péssimo é achar que pode ser dono de alguém e fazer da vida dele (a) aquilo tudo que você pretende e que, muitas vezes, não consegue fazer nem com a sua própria vida.

Engano total é perder-se com e na vida do outro, sem abrir-se para encontrar-se consigo mesmo, na sua própria vida!


Basta!