Seu sucesso depende do seu foco


Um dos termos mais poderosos que já ouvi para classificar o mercado de trabalho nesta fase econômica do século XXI é a Era da Informação. Numa visão otimista, representa a descentralização do poder, pois o acesso à informação se tornou mais democrático e o mundo digital nivelou o jogo. Qualquer pessoa consegue acessar informação sobre qualquer assunto, o que, teoricamente, nos faria mais produtivos, mais inteligentes, mais capazes de decidir.


O outro lado desta equação é considerar que temos tanta informação que somos bombardeados por uma avalanche de dados sobre qualquer assunto e, sem perceber, estamos nos afogando nesse oceano enquanto, ao mesmo tempo, continuamos sedentos.


O que era para ser informação se tornou uma cacofonia de imagens e palavras de várias fontes que competem entre si para conseguir nossa atenção. Informação demais sobre tudo deixa de ser informação e se torna barulho.


Assim, nesta “era de excesso de informação” estamos vendo o efeito colateral deste excesso: pessoas confusas, distraídas, desfocadas, assoberbadas, brincando (sem conseguir) de ter focos múltiplos.


Neste mundo onde precisamos ser cada vez mais produtivos, estamos perdendo mais tempo com retrabalho, com correção de erros básicos. Em pesquisas que fazemos com as centenas de gestores que participam de nossos cursos, muitos alegam que a maior parte dos erros cometidos hoje em dia é fruto de distração. Não é fruto de incompetência ou falta de inteligência, simplesmente fruto de não prestar atenção ao que se está fazendo.