O poder da resiliência no cotidiano

May 22, 2017

Diariamente enfrentamos uma série de situações que podem nos aborrecer. Temos problemas familiares, brigamos com nossos amigos, discutimos no trabalho, ficamos presos no trânsito... Todos estamos acostumados com esse tipo de coisa no dia a dia.

 

Mas e se em vez de nos chatearmos, nós decidíssemos usar essas situações para aumentar nossa resiliência, que é a capacidade de superar adversidades? A escolha é nossa!

 

A resiliência se baseia na forma como encaramos e respondemos aos contratempos da vida.

Resiliência x Pensamentos negativos

 

Existem vários momentos no dia a dia que nos deixam sem rumo, com a impressão de que tudo pode dar errado. Por exemplo, digamos que logo cedo você enfrente um congestionamento que o faz chegar atrasado ao seu compromisso.

 

Pensar algo como “hoje começou mal” ou “isso estragou o meu dia” é decretar a extensão da adversidade para o resto do dia. A partir desse momento, você já vai conectar tudo o que acontecer no seu dia ao momento em que ficou preso no tráfego.

 

Outro exemplo: determinada situação na empresa compromete um objetivo pessoal seu. Com pensamentos do tipo “não há nada que eu possa fazer” ou “estou de mãos atadas”, você decreta que não há saída para a situação; assim, não sairá em busca de uma saída e, consequentemente, não a encontrará.

 

É um tipo de pensamento que decreta o fim do seu objetivo por causa de um contratempo.

 

Imaginemos agora que alguém não lhe mandou um relatório importante para a reunião que começa dali a pouco. “Minha reunião vai por água abaixo e é tudo culpa daquele incompetente”, pensa você, ou talvez “sou um idiota, devia ter cobrado o relatório antes”.

 

Culpar alguém ou a si mesmo por uma adversidade só nos faz perder energia e em nada contribui para superar a situação. Mesmo que não consigamos evitar esses pensamentos de primeira, o ideal é que trabalhemos para não deixar que eles tomem conta do nosso dia inteiro.

 

A proporção certa

Se você não tiver como acabar esses pensamentos negativos, ainda tem como afastá-los. Concentre-se, quando estiver em uma situação adversa, a encará-la como uma oportunidade para ampliar a resiliência. Como todo comportamento, a capacidade de superar adversidades torna-se mais forte conforme você a praticar.

 

Por exemplo, em vez de pensar que “seu dia está arruinado”, pense “tive uma adversidade aqui, mas isso não vai estragar o meu dia”. Isso dará ao problema um caráter localizado ou pontual, que não o faz parecer maior do que realmente é nem “contamina” outros assuntos de sua vida.

 

Não deixe também que as adversidades atrapalhem seus objetivos. Quando pensar que “não tem jeito” e que é melhor desistir, tente substituir esse pensamento por outro, como pensar “preciso fazer alguma coisa” ou “deve haver uma solução”.

 

Assim, você se mobiliza para ir em busca de uma solução e é capaz de enxergar as possibilidades que se apresentarem. Da mesma forma, diante de um erro, é melhor pensar “eu errei / fulano errou, mas eu posso consertar isso”. Pensamentos que geram atitudes são sempre mais produtivos.

 

O principal para mudar seu pensamento diante das situações difíceis é enxergar a adversidade com o tamanho que ela realmente tem, evitando que ela “contamine” outras áreas da vida; acreditar que você pode achar uma saída para o problema ou para atenuar os efeitos dele; e tomar para si a solução da situação que o afeta, sem se culpar ou culpar os outros.

 

Essas atitudes estão na base do comportamento resiliente.

 

E você, o que tem feito para manter uma postura mais resiliente no seu dia a dia?

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Chegou a hora!

January 17, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes

January 17, 2020

June 17, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags